São Joaquim de Bicas alcança meta de vacinação e recebe selo prata do programa “Bora Vacinar”, do Governo de Minas

0
156
Divulgação / PMSJB

Nesta segunda-feira (22), a Secretaria Municipal de São Joaquim de Bicas recebeu o selo prata de reconhecimento do programa “Bora Vacinar”, por ter alcançado as metas de vacinação estabelecidas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 2023.

Durante a cerimônia, que aconteceu na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, o município foi representado pela secretária municipal interina de Saúde, Keila Rezende.

Sobre o Programa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O selo Bora Vacinar foi criado no ano passado pelo Governo de Minas e o MPMG para estimular ações municipais de incentivo à vacinação e combater doenças imunopreveníveis, evitando assim a ocorrência de novas epidemias e o retorno de doenças já erradicadas. O projeto tem ainda parceria da Associação Mineira de Municípios (AMM) e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems).

Na cerimônia, realizada na segunda-feira (22), em Belo Horizonte, o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, destacou a importância de trabalhar em conjunto com o MPMG. “Essa parceria está nos ajudando muito a chegar lá na ponta e ampliar cada vez mais as ações de prevenção em todo o estado”, afirmou.

Critérios e Mais Cidades Alcançadas

O Selo Ouro é conferido ao município que atinge a meta nas 14 vacinas avaliadas para crianças menores de um ano e com um ano de idade, e o selo Prata é concedido ao município que consegue atingir de dez a 13 vacinas, que são: BCG, Rotavírus Humano, Pneumocócica, Meningo C, Pentavalente (DTP/HepB/Hib), Poliomielite VIP, Febre Amarela, Pneumo10 (1° Reforço), Meningo C (1° Reforço), Tríplice Viral – D2, Poliomielite VOP, DTP (1° Reforço), Varicela e Hepatite A infantil.

A meta de cobertura vacinal preconizada pelo Ministério da Saúde para as vacinas BCG e rotavírus é de 90%. Para as demais vacinas, a meta é de 95%.

Em comparação ao ano passado, na primeira edição do Selo Bora Vacinar, houve um aumento de quase 25% em relação ao número de municípios certificados com os selos ouro e prata, passando de 286 para 356. O selo Ouro foi conferido a 122 municípios, enquanto o selo Prata foi entregue a 234 cidades.