Polícia prende, em Betim, foragido suspeito de cometer homicídio em Ibirité

0
25
Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu mandado de prisão temporária contra um homem, de 27 anos, suspeito de cometer um homicídio em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O crime ocorreu no dia 9 de janeiro deste ano, em um bar, no bairro Parque Elizabeth. O investigado, que estava com a ordem de prisão há cerca de cinco meses, foi detido em Betim, também na RMBH. Segundo apurado, ele teria matado a vítima, de 49 anos, com golpes de garrafa na região do pescoço. 

O crime

O titular da Delegacia Especializada de Homicídios em Ibirité, Welington Faria, revelou como ocorreu o crime. “Foi uma discussão fútil, motivada pelo fato de que no dia caía uma forte chuva e, como o local era pequeno, o proprietário do estabelecimento teve que selecionar quem ficaria do lado de dentro e do lado de fora. A vítima, por já ter um histórico de ser uma pessoa que, quando consumia bebida alcoólica, ficava alterada e costumava arrumar brigas, foi selecionada para não ficar do lado de dentro”, explica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda segundo apurado, esse fato teria gerado o descontentamento da vítima, resultando em uma discussão entre os dois frequentadores. “Eles passaram a jogar objetos um em cima do outro e a se ameaçarem mutuamente. Em determinado momento, o autor se apossou de uma garrafa que estava em um engradado, quebrou-a em uma pilastra e foi em direção à vítima, desferindo um golpe no braço e outro na região do pescoço. Assim que foi atingida, a vítima sentou na calçada sangrando muito”, descreve Faria ao acrescentar que, “o autor, não satisfeito, desferiu mais três golpes no pescoço da vítima, que morreu no local”.

Prisão

Por meio de investigações, iniciadas desde a data do crime, policiais realizaram diversos levantamentos, incluindo nas cidades de Nova Serrana e Pará de Minas, região Centro-Oeste de Minas, com o objetivo de localizar o suspeito. Segundo o delegado, na última quarta-feira (8), a equipe da PCMG recebeu a informação de que o investigado estaria escondido no bairro Jardim Teresópolis, em Betim.

“Comparecemos à Delegacia em Betim e foi montada uma operação no bairro visando à localização dele. Tão logo tomou ciência de que estávamos à procura dele, o investigado se apresentou e teve a sua prisão temporária cumprida”, conta Welington Faria. Ainda segundo o delegado, o suspeito foi ouvido e confessou a autoria do crime, alegando que foi ameaçado pela conduta agressiva da vítima.

O inquérito está em fase final de conclusão e será remetido à justiça com o pedido de conversão para a prisão preventiva. O suspeito foi encaminhado para o sistema prisional.