Polícia Civil indicia fotógrafo suspeito de abusar de menina de 10 anos durante ensaio em Betim

0
125
Divulgação / PCMG

Um fotógrafo de 42 anos foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) após investigação sobre o abuso sexual de uma criança, de 10 anos, em Betim. O crime teria ocorrido durante um ensaio fotográfico.

Com base no inquérito coordenado pela Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam), o homem foi indiciado pelos crimes de estupro praticado contra menor de 18 anos e maior de 14 anos, estupro de vulnerável e pedofilia (artigo 240 e artigo 241-B, ambos do Estatuto da Criança e do Adolescente).

O caso ganhou repercussão com a prisão do suspeito, no dia 6 de dezembro de 2023, resultando na denúncia de outras oito vítimas. Um dos abusos, cometido contra uma criança de 9 anos, teria ocorrido em 2023. As outras vítimas, atualmente maiores de idade, tinham entre 11 e 14 anos à época dos fatos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No curso dos trabalhos policiais ainda foi realizada busca na casa e estúdio do suspeito, ocasião em que foram apreendidos equipamentos eletrônicos. Em análise pelo Instituto de Criminalista da PCMG, a perícia encontrou vídeos contento cenas de sexo explícito com crianças.