Mutirão vai zerar fila de consultas e exames oftalmológicos em Igarapé

0
171
Carreta estará no município até o dia 12 de dezembro. Reprodução/Facebook

A Prefeitura de Igarapé vai acabar com a fila de espera por consultas e exames oftalmológicos, que está parada há dois anos e acumula mais de 1.000 pedidos sem atendimento. A partir de 6 de dezembro, uma carreta adaptada para a realização de consultas e exames oftalmológicos estará estacionada junto à policlínica, no centro, para atendimento aos moradores de Igarapé. O equipamento é uma unidade de saúde móvel, disponibilizada por meio de parceria com o Instituto de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba (ICISMEP).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os exames já estavam retidos em 2019 e a demanda acumulada aumentou muito devido à pandemia de covid-19, que obrigou a suspender os atendimentos eletivos. Com a chegada da “carreta oftalmológica”, a expectativa é de que sejam realizados até 1.500 atendimentos, cobrindo a demanda reprimida e abrindo oportunidade para novas solicitações.

Servidores das unidades básicas de saúde (UBS) já estão entrando em contato com os pacientes que aguardam na fila de espera para agendar a data dos atendimentos. De acordo com a coordenadora de Controle e Avaliação da UBS José Lopes de Carvalho, Maura Lúcia, os exames oftalmológicos são a maior demanda do município atualmente e a iniciativa vai permitir atender a todos esses encaminhamentos médicos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A coordenadora ressaltou também que há vagas disponíveis para realização de mais exames, além daqueles represados há dois anos. Para solicitar atendimento, os interessados, que ainda não têm encaminhamento médico, deverão procurar a policlínica para agendar.

As consultas serão gratuitas e abertas a todos as pessoas, de quaisquer idades. Os atendimentos serão de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. A carreta oftalmológica ficará na policlínica até o dia 17/12, e já possui uma previsão de retorno para fevereiro de 2022, ainda sem data definida.