Igarapé e São Joaquim de Bicas avançam no Plano Minas Cosciente; bares e academias poderão funcionar

0
577
Davi Rocha

Assim como Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas também avançaram da Onda Vermelha para a Onda Amarela no Plano Minas Consciente. A reclassificação foi divulgada nesta semana pelo Governo do Estado, para retomada gradual e segura das atividades econômicas.

Também foram estabelecidas novas determinações quanto a horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais. Além disso, foi regulamentada a reabertura de academias, clubes sociais (para atividades físicas) e bares, conforme novo protocolo criado pelo Minas Consciente.

Sobre o Minas Consciente

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Criado em abril, o plano Minas Consciente reúne protocolos para reabertura gradual do comércio e classifica as atividades em ondas. Após consulta pública, ele foi reformulado e as cores das fases de retomada das atividades econômicas fazem uma alusão às de um semáforo: na onda vermelha, só estão autorizadas atividades essenciais; na amarela, mais tipos de estabelecimentos comerciais e serviços podem abrir e na verde, há abertura de atividades com maior risco de contaminação por coronavírus.

O que é permitido funcionar na Onda Amarela:
– Bares (consumo no local, exceto show ao vivo);
– Autoescolas e cursos de pilotagem;
– Salões de beleza e atividades de estética;
– Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;
– Papelarias, lojas de livros, discos e revistas;
– Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados e artigos de viagem;
– Comércio de itens de cama, mesa e banho;
– Lojas de móveis e lustres;
– Imobiliárias;
– Lojas de departamento e duty free;
– Lojas de brinquedos;
– Academias (com restrições);
– Agências de viagem.