Greve dos tanqueiros já compromete o abastecimento dos postos; consumidores formam longas filas em busca de combustível

0
871

A greve dos motoristas do transporte de combustível já afeta toda a região metropolitana de Belo Horizonte. Na busca por combustível, motoristas formam enormes filas, alguns chegam a esperar por mais de uma hora.

De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro), entidade que representa aproximadamente de 4,5 mil postos de combustíveis do estado, a greve dos transportadores de combustíveis convocada pela entidade do setor em MG (Sinditanque) desde a 0h da quinta-feira (25) está afetando o abastecimento dos postos de combustíveis na RMBH e em cidades que realizam o carregamento nas bases próximas à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o Minaspetro, vários postos já sentem os efeitos da greve, com dificuldades para fazer pedidos juntos às distribuidoras de combustíveis e abastecer os caminhões próprios nas bases, em virtude do bloqueio da entrada e saída de veículos pelos grevistas. “Caso a greve permaneça nas próximas horas, certamente haverá falta de produtos  em grande parte dos postos de combustíveis do estado”, explicou o sindicato por meio de nota.

Governo de Minas não apresenta proposta

Segundo a assessoria de comunicação do Sinditanque, mais de 300 caminhões estão parados. Por meio de nota, a assessoria da entidade informou que a greve continua nesta sexta-feira (26), pois, até o momento, o Governo de Minas Gerais se mostra irredutível quanto à negociação do ICMS incidente sobre os combustíveis, conforme demanda o Sinditanque.

“Vale lembrar que a cobrança dos tanqueiros é pela redução do ICMS cobrado sobre o diesel em Minas Gerais, que a partir de 1º de março será de R$ 0,6011/litro. No caso da gasolina, esse valor será de R$ R$ 1,6084, absurdos 32%, que somado aos outros impostos chega a quase 50% do preço pago pelo consumidor”, finaliza a nota.

Governo de Minas anuncia criação de grupo de trabalho para dialogar e buscar soluções junto aos transportadores de combustíveis