Governo de Minas distribui 701.200 doses de vacinas contra a covid-19

0
589
Ingrid Vasconcelos

Minas Gerais distribui, neste sábado (17), 701.200 doses de vacinas contra a covid-19 às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs). Os imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde chegaram ontem, ao estado, e compõem a pauta n.13 do Programa Nacional de Imunizações (PNI) para operacionalização de vacinação contra a covid-19.

São 426.000 doses da AstraZeneca e 275.200 da CoronaVac, para dar prosseguimento à maior campanha de imunização da história de Minas.

A segurança e a agilidade da operação logística são garantidas pelo apoio das Forças de Segurança e Salvamento, disponibilizando as aeronaves do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), e efetivo terrestre da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para transporte e escolta dos insumos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A secretaria orienta municípios e gestores de Saúde conforme o Programa Nacional de Imunização (PNI): todas as doses entregues aos municípios devem dar continuidade às campanhas de vacinação observando a cobertura dos públicos prioritários”, explica a coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Josianne Gusmão.

Públicos prioritários 

Conforme Informe Técnico emitido pelo Ministério da Saúde, esta etapa da campanha deve distribuir as doses 2 relativas ao esquema vacinal dos trabalhadores da Saúde (2,0%) e da população de 65 a 69 anos (23%).

Será entregue, ainda, a dose 1, direcionada aos grupos de trabalhadores de Saúde, de pessoas de 65 a 69 anos e dos grupos das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas. Idosos entre 60 a 64 anos são contemplados por esse novo lote.

Grupos atendidos até o momento, no Brasil

• 100% das pessoas idosas (igual ou superior a 60 anos) residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas) – ILPI;

• 100% das pessoas com deficiência, vivendo em residências inclusivas (institucionalizadas), maiores de 18 anos;

• 100% da população indígena aldeada em terras homologadas, maiores de 18 anos;

• 100% das pessoas com 90 anos ou mais

•      100% das pessoas com 85 a 89 anos

•      100% das pessoas de 80 a 84 anos

•      100% das pessoas de 75 a 79 anos

•      100% das pessoas de 70 a 74 anos

•      100% das pessoas de 65 a 69 anos

•      2,4% das pessoas de 60 a 64 anos

•      100% da população quilombola e ribeirinha

•      100% dos trabalhadores de saúde seguindo os critérios de prioridade.

•      18% das Forças de Segurança e Salvamento

Fonte: Plano de Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19