Em Igarapé, empreiteira atrasa obras do Córrego Fundo e prefeitura rescinde contrato

0
43
Arcada totalmente pela prefeitura, por meio de financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a obra está orçada em aproximadamente R$ 2,2 milhões. Foto: ASCOM PMI

De acordo com a prefeitura de Igarapé, o contrato com a empresa vencedora da licitação está sendo encerrado porque a empreiteira atrasou – de maneira injustificada – o cronograma das obras de canalização do trecho do Córrego Fundo, na avenida Valdomiro Nunes. Iniciada em setembro de 2018, a previsão era de que a obra fosse concluída até maio deste ano.

Diante disso, a Administração Municipal está tomando providências administrativas e jurídicas para retomar a obra.

Após encerramento do contrato, será solicitada nova autorização de licitação junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).  Na sequência, será publicada a data de licitação, conforme previsto pela Lei 8666/93.

Obra

O projeto prevê a canalização do trecho do Córrego Fundo, na altura do Padre Eustáquio, até o encontro com a Avenida Getúlio Vargas. Inclui também a pavimentação dessa parte da via, nos dois sentidos, nos mesmos moldes do trecho urbanizado já  existente.