Em Contagem, obra contra enchente está parada há mais de dois anos

0
485
Reprodução/Internet

 

Uma obra que pode ajudar a conter enchentes em Belo Horizonte e em Contagem, na região metropolitana, está paralisada há quase três anos.

As intervenções são do Governo Estadual e fazem parte de um projeto de mais de R$ 300 milhões que prevê a construção de cinco bacias que colocariam fim em boa parte dos problemas causados pelo excesso de chuva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma das estruturas é executada no cruzamento da rua Rio Volga, com a avenida Francisco Firmo de Matos, no bairro Riacho das Pedras, em Contagem. O trabalho está parado no local.

Uma das estruturas é executada no cruzamento da rua Rio Volga, com a avenida Francisco Firmo de Matos, no bairro Riacho das Pedras, em Contagem. O trabalho está parado no local.

Alex de Freitas, prefeito de Contagem, afirma que desde o ano passado vem tentando aplicar aproximadamente R$ 30 milhões da prefeitura para concluir a obra, mas tem esbarrado na burocracia. Com a tempestade que deixou 203 desabrigados no último domingo (19), o Executivo municipal espera retomar os trabalhos.

Sobre a paralisação das obras em Contagem, o Executivo Estadual declarou que as obras do córrego Ferrugem são financiadas pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do Ministério de Desenvolvimento Regional.

O Governo ainda ressaltou que os recursos federais não são suficientes para a execução da segunda etapa do empreendimento, mas que a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade trabalha com a possibilidade de firmar outras parcerias para viabilizar a retomada das obras do chamado PAC Ferrugem.

Via R7.