Consulta popular que definirá ações de reparação da Vale em Betim e região ocorrerá até 26 de novembro

0
315
Ricardo Moraes

Os moradores de Betim, uma das cidades atingidas pelo rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, terão até o dia 26 de novembro para escolher os projetos que a empresa Vale SA, responsável pela barragem, executará na cidade para reparar os danos estruturais provocados pelo desastre. A prorrogação foi anunciada nesta quinta-feira (11) pela empresa e pelo Estado, que informaram que a mudança atende a pedidos das comunidades para que mais pessoas tenham tempo hábil para conhecer as propostas e votar. O processo de consulta popular ocorre desde o último dia 5, nos 26 municípios atingidos. Para participar, os cidadãos devem estar com o CPF cadastrado na Justiça Eleitoral.

A votação é realizada por meio do aplicativo para dispositivos móveis “MG App Cidadão”, que é gratuito. Para garantir a participação daqueles que não têm acesso à internet, a Prefeitura de Betim disponibilizou três pontos de apoio para votação. Dois deles ainda estarão disponíveis nesta sexta (12): Galpão do Assentamento 2 de Julho (área social da comunidade, na rodovia MG-050, KM 52 – das 8h às 17h; e Prefeitura de Betim (rua Pará de Minas, nº 640, Brasileia), das 9h às 16h30.

A gestão municipal apresentou projetos para as áreas de educação, saúde, meio ambiente, esportes, infraestrutura e mobilidade urbana. Dentre as propostas estão, por exemplo, a construção de quatro unidades de escolas de tempo integral; construção de dez novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs); estruturação da urgência das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs); construção de três bacias de detenção; construção de cinco trincheiras e cinco viadutos; construção de uma arena de esportes e eventos socioculturais; e outros.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apenas os projetos mais bem votados dentre todos os apresentados pelos diversos autores é que serão executados pela Vale. Não há, a princípio, um número exato de propostas que serão acatadas pela empresa. A expectativa é que as obras tenham início em janeiro de 2023.