Campanha em Igarapé oferece serviços de saúde gratuitos para caminhoneiros

0
1254
Saúde na Boleia

Ação busca prevenir acidentes por meio do incentivo de hábitos saudáveis

Avaliar a condição de saúde e oferecer exames básicos para os mais de 70 mil caminhoneiros que circulam por dia pela BR-381. Esse é objetivo da campanha Saúde na Boleia, que será promovida pela Arteris Fernão Dias na terça (21) e quarta-feira (22) no posto Dom Pedro em Igarapé – km 535 (pista Sul). A campanha, que integra o calendário anual de ações voltadas à segurança no trânsito, promove a adoção de hábitos saudáveis entre os motoristas para prevenir acidentes.

Em uma estrutura móvel de 150 m2 montada no pátio do posto, a concessionária irá coletar dados sobre o perfil dos motoristas e oferecer serviços de saúde. Entre os exames oferecidos estão: avaliação de IMC/Pressão Arterial/Glicemia/ Triglicérides, vacinas. Além disso, os motoristas terão acesso a consultas com médicos, Nutricionista, Psicólogo, Dentista e ainda receberão informações sobre prevenção do câncer de próstata.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os motoristas também serão alertados sobre a direção defensiva no trânsito por meio de materiais informativos. De janeiro a outubro de 2017, 25% dos acidentes que ocorreram na BR-381, entre Contagem e Guarulhos, tiveram participação de veículos pesados, com 1598 ocorrências registradas.

“A relação do estado de saúde com a segurança no trânsito é direta. Por isso, investimos em ações de conscientização e de serviços voltados para o caminhoneiro”, explica Helvécio Tamm de Lima Filho, diretor-superintendente da concessionária. “É comum encontrar motoristas que há muitos anos não faziam exames clínicos e, durante o atendimento, descobriram males como pressão alta e diabetes”, acrescenta.

Sono na estrada

Segundo dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), o sono e a fadiga são responsáveis por 60% dos acidentes no Brasil, sendo que a sonolência ao volante já é a segunda maior causa de acidentes nas rodovias brasileiras. De acordo com a Fundação Nacional do Sono, a insônia aumenta em 250% o risco de acidentes de trânsito nas estradas. Se o motorista sofrer com a apneia do sono, os dados pioram: o risco é elevado para 700%.

“Trafegar com carga e em alta velocidade requer o máximo de atenção e reflexos dos motoristas. O sono potencializa uma série de acidentes e coloca em risco a vida dos demais usuários da rodovia”, alerta o gerente de tráfego da Arteris Fernão Dias, José Carlos de Oliveira.