Betim celebra a luta para por fim ao preconceito da hanseníase com festa

0
1178

Município anuncia a regularização fundiária das moradias de 2,4 mil moradias durante o Concerto Contra o Preconceito

Foto: Anselmo UBL

Em Betim, a Semana Mundial de Luta contra o Preconceito pela Hanseníase é celebrada com o Concerto Contra o Preconceito que, neste ano, está na 25ª edição. Entre 24 e 28 de janeiro, na Colônia Santa Isabel, a programação conta com shows de artistas betinenses, principalmente da região, entre outras atrações. A edição 2018 conta com uma novidade: o anúncio da regularização fundiária da região.

A festa é organizada pela Prefeitura Betim, por meio da Fundação Artístico-Cultural de Betim (Funarbe), em parceria com a Associação Comunitária da Colônia Santa Isabel, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan – Betim) e a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Semana Mundial de Luta contra o Preconceito pela Hanseníase, criada para lembrar a história dos pacientes internados em colônias pelo Brasil, promove a prevenção contra a doença.  O objetivo é combater a doença e o preconceito que os pacientes e ex-pacientes, além de seus familiares, ainda sofrem.

Regularização fundiária

Em 2018, a comunidade do bairro Santa Isabel, formada por pacientes, ex-pacientes e seus familiares, tem mais um motivo para comemorar. A Prefeitura de Betim deu início à Regularização Fundiária da área de 3.407.448,25 m², que abrange parte dos bairros Santa Isabel, Citrolândia e Alto Boa Vista. No domingo, 28, será feita a assinatura do Termo de Doação do terreno.

A regularização das propriedades é uma reivindicação antiga dos moradores. O processo teve início em 2007. Somente neste governo foi possível concretizar o desejo da comunidade, após o Estado de Minas Gerais publicar a Lei Nº 22.816/17, que autoriza a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) a doar ao município de Betim. A doação beneficiará cerca de 2,4 mil famílias.

A regularização, que possibilita a titularização dos lotes para as famílias beneficiadas, está resgatando uma pequena parcela da injustiça ocorrida pelo Estado, onde famílias dos portadores de hanseníase foram retiradas de suas casas, presas e internadas na Colônia Santa Isabel no século passado.

Colônia Santa Isabel

Construída como alternativa para o controle da hanseníase, crescente no Brasil da década de 1920, a Colônia Santa Isabel recebia pacientes portadores da doença de Minas e de outras regiões do país. Por meio da ação de “médicos caçadores”, os enfermos eram isolados do convívio social e internados no hospital, inaugurado em 1931.

Mais tarde, próximo à Colônia, surgiu o bairro Citrolândia, criado especialmente para abrigar familiares dos pacientes. Por vários anos, os moradores da região sofreram com o preconceito. Somente no fim da década de 1980, com a mudança da política nacional em relação às 33 colônias existentes no Brasil, os pacientes receberam alta e os portões de Santa Isabel foram abertos.

De acordo com o procurador-geral do município, Bruno Cypriano, a regularização fundiária é um grande marco para Betim. Segundo ele, milhares de famílias que moram na região terão, pela primeira vez, a documentação de suas residências. “Com a entrega das escrituras, a prefeitura poderá atuar de forma mais efetiva, protegendo e garantindo os direitos da população da regional Citrolândia”.

Hanseníase

A hanseníase é causada pelo bacilo de Hansen, que ataca os nervos periféricos a pele e a mucosa nasal, podendo também afetar outros órgãos como o fígado, os testículos e os olhos, levando a sérias incapacidades físicas. Ela é transmitida pelo contato com gotículas expelidas pelo doente pelas vias respiratórias. Os principais sintomas são pequenas manchas de cor esbranquiçada ou avermelhada, com a diminuição da sensibilidade e dormência.

O tratamento da Hanseníase é gratuito, é oferecido pelo SUS e, logo quando iniciado, a transmissão é interrompida. E, se realizado de forma completa e correta, garante a cura da doença. Em 2017, foram diagnosticados 18 casos de hanseníase em Betim, e estavam em tratamento, 19 pacientes.

Casos de hanseníase diagnosticados em Betim
Ano Diagnósticos
2014 18
2015 13
2016 6
2017 18

 

PROGRAMAÇÃO CONCERTO CONTRA O PRECONCEITO
Dia 24

Quarta-feira

 

9h às 12h Blitz contra o preconceito Centro de Betim, Av. Amazonas com Av. Governador Valadares
9h às 12h Projeto de Portas Abertas Cine Teatro Glória
Dia 25

Quinta-feira

14h Forró sem preconceito, com Baianinho e seus teclados Cine Teatro Glória
19h Apresentação da peça Uma história em quatro tempos, do Teatro Grupo Kawan Cine Teatro Glória
19h40 Exibição do filme Filhos separados pela injustiça Cine Teatro Glória
Dia 26

Sexta-feira

 

18h FJ Mc’s Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
19h05 Pastor Altair, Casa de Geração Governo de Deus Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
19h30 João Eduardo e Jean Lucas Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
20h15 Pregador missionário Leandro Cléber, Igreja evangélica mensageiros de Cristo em Arcos e

Pastor Sérgio Candido Pereira, Igreja evangélica mensageiros de Cristo em Bambuí

Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
20h40 Edson Ramos e Banda Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
Dia 27

Sábado

16h Banda Hyddra Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
17h Banda Tropic Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
18h Grupo Louco Prazer Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
19h Tula Black Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
20h Bruno de Linz Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
21h Lucas Costa Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
22h Lucas Barbosa Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
Domingo 28 08h Missa de ação de graça de 25 anos do Concerto Contra o Preconceito Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
10h às 14h Show de prêmios da Paróquia Santa Izabel Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
10h Roniclayton e seus teclados Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
14h Coral Canto Livre Pavilhão Gustavo Capanema
15h30 Charanga do Geraldo Capacete Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
16h10 Amantes do Samba Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
17h20 Sem Hora Marcada Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
18h30 Tony e Elton Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel
20h 5 Elementos Praça da Igreja Matriz da Colônia Santa Izabel