Sistema moderno de wi-fi começa a ser instalado nas escolas da rede estadual de Minas Gerais

0
161
Dirceu Aurélio

Equipamentos de rede de internet sem fio de alta tecnologia já começaram a ser instalados nas escolas estaduais de Minas Gerais, por meio do projeto “Wi-fi nas Escolas”, do Governo de Minas. Nesta quarta-feira (6), o governador Romeu Zema, acompanhado da secretária de Estado de Educação em exercício, Geniana Faria, vistoriou a implementação do sistema wi-fi na Escola Estadual Padre Lebret, no bairro São João Batista, região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

A instituição faz parte do grupo de escolas-piloto da rede de ensino estadual a receber a modernização da infraestrutura das redes sem fio, propiciando uma cobertura abrangente e sem interferências nas unidades estaduais de ensino. Para a modernização, a Escola Padre Lebret recebeu investimentos de R$ 27 mil do Governo de Minas.

Ao conhecer de perto o funcionamento da nova rede wi-fi da escola, o governador Romeu Zema avaliou que a instalação do sistema aprimora as possibilidades didáticas para os docentes e propicia um alto ganho de aprendizado para os alunos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Isso significa uma melhoria para os professores, que poderão usar seus notebooks em qualquer lugar da escola. E também uma melhoria na área de ensino. Pude acompanhar aqui na Escola Padre Lebret, as redes de TV conectadas via wi-fi, podendo mostrar vídeos referentes ao tema estudado em sala de aula. É um avanço muito expressivo. Estamos colocando a educação de Minas Gerais atualizada com relação à tecnologia”, disse o governador.

Nesse sentido, como explica a secretária de Estado de Educação em exercício, Geniana Faria, o investimento em conectividade nas escolas converge com o caminho iniciado pelo Governo de Minas nesta gestão para a modernização completa do ambiente escolar, a exemplo do investimento recorde de R$ 413 milhões para renovação do parque tecnológico das escolas estaduais, iniciado em 2022.

“Estamos investindo na renovação do parque tecnológico da rede estadual de ensino, adquirindo novos computadores, televisores e projetores para as salas de aula. Esse é um movimento importante para pensar novas estratégias pedagógicas, e a modernização do sistema de wi-fi vem para complementar essa ação”, diz a secretária em exercício.

A diretora da escola Padre Lebret, Arlete Silva, ressalta que o novo sistema de wi-fi permite o acesso à internet sem restrições, em todos os espaços da escola, superando obstáculos que antes atrapalhavam a conexão, como as árvores e construções externas do pátio escolar. A partir desse cenário, a escola tem colocado em prática ações de investimento em tecnologia para incrementar as aulas.

“Para o ano que vem, compramos televisões com conexão de internet que serão instaladas em cada sala de aula para que os professores possam fazer aulas interativas para vários tipos de atividades pedagógicas”, diz a gestora da unidade escolar, que atende estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

Wi-fi nas Escolas

Com investimento de R$ 65 milhões, cerca de 1,3 milhão de estudantes de todas as regiões do estado serão beneficiados com a instalação de equipamentos wireless de alta tecnologia, fornecidos pela empresa chinesa Huawei. A previsão é que de 2.127 mil escolas recebam a modernização do sistema wi-fi até outubro de 2024. A parceria foi fechada após a viagem do governador Romeu Zema à China, em novembro, em missão internacional para a atração de investimentos para Minas Gerais.

Mais velocidade, cobertura e segurança

Garantir o acesso de dados por meio de uma conexão rápida e estável aos estudantes e aos professores da rede estadual é o principal objetivo do projeto Wi-fi nas Escolas, executado com recursos da Lei Federal 14.172, de 2021, conhecida como Lei da Conectividade.

Para garantir a eficiência da internet, o Wi-fi nas Escolas viabiliza a instalação de dispositivos de interconexão e pontos de acesso modernos e potentes que, posicionados estrategicamente, oferecem uma cobertura de qualidade.

O gerenciamento adequado dos dispositivos evita congestionamentos e garante um bom desempenho da rede, por meio de controle do número de dispositivos conectados simultaneamente, estabelecendo um limite máximo de dispositivos por ponto de acesso.

Além da velocidade, a maior segurança na navegação das instituições está entre os diferenciais da nova estrutura, que garante a privacidade dos usuários e proteção da rede contra acesso não autorizado.

Também no sentido de proteção aos estudantes e docentes, o sistema possui filtros de conteúdo para evitar acesso a material inadequado ou potencialmente prejudicial.

O novo sistema wi-fi também contará com manutenção periódica dos equipamentos e uma infraestrutura adequada para suportar o funcionamento da rede sem fio, o que envolve ações de atualização de software, monitoramento da rede, solução de problemas técnicos e garantia de uma conexão estável e confiável para os usuários. 

*Com informações de Agência Minas