Segundo Ministério do Trabalho, Betim tem bom desempenho na geração de empregos

0
1144

O número de empregos formais gerados em Betim, em setembro, foi o maior em todo o Estado de Minas Gerais, ficando na frente de cidades como Belo Horizonte, Uberlí¢ndia e Paracatu, dentre outras. O desempenho também foi maior do que o registrado entre as cidades da Região Sudeste.   

De acordo com o Cadastro Geral de Empregos e Desempregos (Caged), do Ministério do Trabalho, foram admitidas no municí­pio 2.775 pessoas e foram criados 769 novos postos de trabalhos. Esse é o melhor í­ndice de admissíµes registrado nos últimos trás anos.  

 “Em toda a Região Sudeste, Betim foi í  cidade que apresentou maior saldo positivo em geração de empregos, ou seja, admitiu mais do que demitiu”, afirma o superintendente de Emprego, Trabalho e Renda, Antonio Carlos. Os setores que mais criaram novas vagas foram o de serviços (330), o de construção civil (256) e o de indústria de transformação (171).   

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, o municí­pio possui um dos menores prazos de abertura de novas empresas do Estado de Minas Gerais. Segundo dados da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Econí´mico (Seadec) de Betim, de janeiro a outubro deste ano foram abertas 1978 novas empresas. Entre estas, 174 classificadas como autí´nomas, 1013 MEIs e outras 791 como ME, LTDA, EIRELE e SA. Estima-se que tenham sido gerados em torno de 5000 novos empregos diretos.