Prefeito Vittorio Medioli diz não a reajuste de 23% das passagens de ônibus 

0
1340

Usuário do transporte público de Betim não pode ser penalizado, segundo o prefeito.

Essa é a primeira vez que um prefeito freia o reajuste da empresa que detém do monopólio do transporte público em Betim

Essa é a primeira vez que um prefeito freia o reajuste da empresa Santa Edwiges; detentora do monopólio do transporte público no município por várias décadas. “Usuário do transporte público de Betim não pode ser penalizado”,  diz prefeito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Viação Santa Edwiges  solicitou a prefeitura autorização para aumentar o valor da passagem a partir do próximo ano em até 23%, alegando prejuízo.

O prefeito Vittorio Medioli comunicou durante transmissão ao vivo via redes sociais, que o município não vai aceitar o reajuste e que o usuário não pode ser prejudicado, para ele o aumento solicitado é um “absurdo”. “Não vou colocar isso na conta do povo”, garantiu o prefeito.

Prefeito quer que MP entre na discussão

Ainda de acordo com o prefeito Vittorio Medioli, a discussão sobre um possível reajuste da passagem só será feita com a presença do Ministério Público.

Possível greve

Há informações de que o transporte público pode entrar em greve, o Portal Agita tentou contato com a Viação Santa Edwiges para confirmar tal ação que mexe com a rotina de quem usa o transporte público coletivo, mas não obtivemos retorno.

“Não vamos aceitar pressão para aumentar o preço da passagem”, confirmou Vittorio Medioli.

Meu recado hoje é pra você, usuário do transporte público. Meu compromisso é com o povo de Betim. E não vamos aceitar pressão para aumentar o preço da passagem.

Posted by Vittorio Medioli on Thursday, December 21, 2017