Ramacrisna será gestora do Programa Rota do Saber em Betim

0
1172

 

A Ramacrisna desenvolve, há 58 anos, projetos culturais, educacionais, aprendizagem, profissionalizantes, entre outros, voltados para a comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e nove cidades do entorno

O Instituto Ramacrisna será o responsável pela gestão do Programa Rota do Saber em Betim. A assinatura do convênio, entre Ramacrisna, Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e Prefeitura, será realizada nesta terça-feira, 19, na Prefeitura da cidade.

O Rota do Saber é um programa criado pelo Grupo Fiat Chrysler Automobilies (FCA), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). O objetivo é contribuir com a qualidade do ensino nas escolas municipais das cidades onde há empresas do grupo instaladas. O projeto, que tem como foco o ensino fundamental, busca uma mudança estrutural do ensino, promovendo a qualificação dos educadores, por meio de métodos de ensino mais eficazes e a integração da escola com a comunidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em Betim, o Rota do Saber vai abranger todas as 69 escolas municipais com ensino fundamental e atender a 31.025 alunos. Ele terá início em 2018, no retorno do ano letivo, e terá duração de 18 meses. Para Solange Bottaro, vice-presidente da Ramacrisna, é gratificante fazer parte de um projeto com uma proposta tão importante. “Um dos propósitos da Ramacrisna é contribuir para mudar a realidade de Betim por meio da educação. Estamos honrados em participar de um projeto que vai ao encontro do nosso propósito”, destaca Bottaro.

A partir de um diagnóstico, que irá avaliar as principais demandas e potencialidades do ensino nas escolas do município, principalmente no aprendizado de português e matemática, será traçada uma nova metodologia a ser trabalhada. Os professores da rede municipal passarão por qualificação e terão novas possibilidades de conteúdo e abordagem para trabalharem em sala de aula.

Os alunos serão envolvidos em projetos com participação direta, como concurso de redação e olimpíadas de matemática. Serão oferecidos, ainda, seminários, encontros pedagógicos, oficinas e assessorias, e será criado um material exclusivo, pensado para a realidade dos professores e das escolas.

Para Elizabete Ribeiro, superintendente de Ensino Fundamental, da Secretaria Municipal de Educação, o convênio vai permitir a formação continuada dos professores e promover para os estudantes o saber em múltiplas inteligências.

Os resultados do programa, que serão mensurados pelos sistemas de avaliação do Ensino Fundamental, realizados pelo Ministério da Educação (MEC), pela Secretaria de Estado de Educação e pela Secretaria Municipal de Educação; e o conteúdo desenvolvido, vão servir para a melhoria da qualidade da educação em Betim. O projeto já apresenta bons resultados em Pernambuco e na Paraíba, os dois primeiros estados brasileiros a recebem o Rota do Saber.