Procurados internacionais são deportados dos EUA e presos em no Aeroporto de Confins

0
141
Divulgação / PF

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (26) cinco pessoas foragidas da justiça brasileira, alvos de Difusão Vermelha, deportados dos EUA, que desembarcaram no Aeroporto de Confins.

O primeiro extraditado, nascido em Santa Rita do Itueto/MG, foi condenado a uma pena de oito anos de reclusão pelo crime de estupro praticado contra menor em 2012, naquele município. O segundo extraditado, natural de Campanário/MG, foi condenado a nove anos de prisão por estupro e cárcere privado, ocorridos em 2013 contra sua ex-namorada, no mesmo município.

Nascido em Caratinga/MG, o terceiro preso foi condenado a nove anos de prisão por tráfico de drogas praticado em 2017, no município de Entre Folhas. A prisão foi decretada pela 1ª Vara Criminal de Execuções Penais de Caratinga/MG.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nascido em Ipatinga, o outro foragido foi preso em razão de mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Ipatinga/MG, por portar ilegalmente arma de fogo com numeração raspada e munição de uso restrito. Natural de Blumenau e com 62 anos, também foi preso um foragido da Justiça de Santa Catarina, condenado a 12 anos de reclusão pela prática de estupro no ano de 2018, em pelo menos três ocasiões distintas, na cidade de Florianópolis.

Todos os foragidos internacionais foram detidos em solo americano pela ICE – U.S. Immigration and Customs Enforcement, que é a autoridade de Imigração dos EUA, por estarem em desacordo com as normas migratórias daquele país e pela existência de mandados de captura internacional da Interpol contra eles.

Após o exame de corpo de delito, dois dos foragidos serão conduzidos ao Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem e os outros três para o Presídio Inspetor José Martinho Drumond em Ribeirão das Neves, onde ficarão sob custódia da justiça brasileira.