Primeiro curso de medicina da cidade prestes a sair do papel

0
1049

Contagem deu mais um passo para a conquista do seu primeiro curso de medicina.

O prefeito em exercí­cio, William Barreiro, recebeu, nesta quarta-feira (25), membros do corpo docente da PUC-Contagem e representantes do Ministério da Educação (MEC).  As avaliadoras do MEC visitaram o campus da PUC-Contagem e confirmaram o compromisso de Contagem em ser sede do curso de medicina.

A previsão é que sejam abertas, no campus da PUC-Contagem, 50 vagas já a partir do próximo ano, e chegando a 100 vagas em 2020. A expectativa que o curso de medicina seja anunciado oficialmente em meados de dezembro. “Estamos próximos de receber um curso de medicina, é uma conquista que foi graças ao grupo de trabalho que envolveu a prefeitura e a PUC-Contagem”, destacou o pró-reitor da PUC-Contagem, professor Robson dos Santos Marques.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O prefeito em exercí­cio, William Barreiro, destacou a importí¢ncia da faculdade de medicina para a cidade. “Essa é uma das reuniíµes mais importantes que participo, em minha vida polí­tica, por meio da PUC-Contagem poder ofertar um curso de medicina é um grande presente que queremos entregar a Contagem”, comemorou. 

Além da PUC-Contagem, as avaliadoras visitaram unidades de saúde, Hospital Municipal e a Maternidade de Contagem. “Podemos perceber o quanto a gestão está investindo na saúde, e com recurso próprio, não medindo esforços para melhorar a saúde no municí­pio”, ressaltou a membro da Comissão de Avaliação do MEC, Rosuita Fratari.

O secretário de Saúde, Bruno Diniz, destacou que o curso de medicina chega em um momento especial para a saúde do municí­pio. “Contagem passa por um momento de investimento e reestruturação da saúde, promovemos mutiríµes de saúde, entregamos a maternidade em pleno funcionamento, renovamos a frota do Samu”, disse o secretário apontando diversas conquistas na área. 

Bruno Diniz destacou que a perspectiva é que os médicos formados na PUC-Contagem sejam servidores do municí­pio. “Nossa expectativa é que com esse curso de medicina poderemos ampliar e capacitar, ainda mais, o corpo médico do SUS-Contagem”, concluiu.