População de São Joaquim de Bicas e Brumadinho aumenta após indenização da Vale e polícia investiga fraudes no benefício

0
2131

A Polícia Civil prendeu um grupo suspeito de fraudar documentos para recebimento de indenização da Vale, para moradores que residem a até um quilômetro do Rio Paraopeba.

Ainda segundo informações divulgadas pelo jornal MG2 da TV Globo Minas, quatro pessoas foram detidas, entre elas uma agente de saúde responsável pelo registro dos atingidos, que chegou a realizar cadastro de 40 cadastros, sendo que a maioria deles está sob suspeita.

Segundo o secretário municipal de Saúde de Brumadinho, Junior Araújo, após a tragédia o número de moradores do município aumentou de 39.500 habitantes para 44.500.

População de São Joaquim de Bicas aumenta em 9.000

De acordo a secretaria municipal de Saúde de São Joaquim de Bicas, estima-se que a população do município tenha aumentado de 30 mil habitantes para 39 mil. O cálculo para chegar nessa estimativa foi realizado a partir do conjunto de vários fatores, como: aumento na dispensação de medicamentos de uso continuo (antidepressivos, hipoglicemia e de anti hipertensivos) e aumento no número de atendimentos na UPA e unidades básicas.

Vale descumpre acordos

Além do crescimento desordenado, a administração municipal está lidando com dificuldades relacionadas à distribuição de água para amenizar a poeira nas ruas dos bairros sem pavimentação, uma vez que que mais de 30 km de Rio morto está dentro da cidade.

“Todo esse quadro gera inúmeras dificuldades na saúde, tanto nos insumos quanto no recurso humano. A prefeitura já procurou a Vale para que a mesma possa assumir as responsabilidades devidas, um primeiro acordo foi realizado. No entanto a promessa de novos acordos que contemplaria, entre outras coisas, a construção de poços artesianos, não foi efetivada. No momento a prefeitura tem encontrado dificuldades para conseguir contato com os responsáveis da Vale o que dificulta o diálogo para novas ações necessárias”, comenta a secretária municipal de Comunicação e Ação Social, Kátia Rosa.

O Portal Agita entrou em contato com a Vale, que por meio de nota informou que já existe um poço artesiano em operação em São Joaquim de Bicas e outros três estão em processo de implantação. A empresa também informou que tem profissionais especializados e mantém diálogo constante com a prefeitura e comunidades locais.

Posto da Vale em São Joaquim de Bicas será mantido

De acordo com a Vale, o Posto de Requerimento de Indenizações na cidade permanece aberto para que as pessoas interessadas possam obter informações e, nos casos em que for pertinente, requerer a indenização.

Funcionários de São Joaquim de Bicas relatam ameaças

De acordo com reportagem veiculada pela  TV Globo Minas, nesta quinta-feira (29), funcionários da secretaria municipal de Saúde do município tem recebido ameaças para fornecerem comprovantes de inscrição no Programa Saúde da Família com data retroativa ao rompimento da barragem, o documento é um dos exigidos pela Vale para concessão do beneficio.

3º Festival Gastronômico São Joaquim de Bicas em Aromas & Sabores começa no próximo dia 6