Polícia Civil indicia quatro suspeitos por morte brutal de homem em Betim

0
139
Imagem ilustrativa

Com a conclusão da investigação que apurou a execução brutal de um homem em Betim, em abril de 2018, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou, nesta quarta-feira (24), quatro homens suspeitos do homicídio.

No dia 26 de abril de 2018, o corpo da vítima, moradora em um complexo de condomínios localizado no bairro Citrolândia, foi encontrado na Estrada Charneca, em Betim, região conhecida para ocultação de cadáveres por grupos criminosos. O homem foi morto a tiros, sendo atingido no tórax e na cabeça, sem chance de defesa.

Ao longo das investigações, a Polícia Civil, por meio da 2ª Delegacia de Polícia Civil em Betim, apurou que o crime decorreu da aplicação de punição por ordem de um grupo criminoso. A vítima teria realizado um serviço para uma moradora na mesma região, a qual não teria efetuado o pagamento acordado, ensejando o furto de uma furadeira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim, a mando do líder da organização criminosa, os quatro suspeitos abordaram a vítima, em sua casa e na presença da esposa e filho, e o levaram para um local onde o executaram.

Passagens

Conforme os levantamentos, os quatro investigados têm amplo envolvimento com a criminalidade, incluindo participação em homicídios, tráfico de drogas e integração de organização criminosa, além de agirem constantemente para amedrontar a população local. Eles já eram investigados pela PCMG pelos crimes de organização criminosa e tráfico de drogas. O homem apontado como líder do grupo não foi indiciado, uma vez que morreu antes da conclusão das investigações.