Pelo oitavo ano consecutivo, Vittorio Medioli abre mão do salário como prefeito no valor de R$ 22 mil por mês

0
206
Edson Dutra

O prefeito de Betim, Vittorio Medioli (Sem partido), renunciou, mais uma vez, ao salário de chefe do Executivo Municipal. O decreto que formaliza a decisão do mandatário para o ano de 2024, último de sua gestão, foi publicado na edição dessa quarta-feira (6) do Órgão Oficial. A medida ratifica, pelo oitavo ano consecutivo – ou seja, desde que assumiu a Prefeitura de Betim -, a conduta de austeridade e transparência do gestor com o erário.

Conforme ressalta o decreto, a decisão do mandatário de renunciar ao subsídio do cargo, atualmente fixado em R$ 22.539,54, considera diversos fatores, dentre eles a queda brusca de transferências de receitas constitucionalmente garantidas a Betim; bem como o elevado gasto com saúde, tendo em vista, também, que União e Estado não estão suprindo a devida assistência médica aos cidadãos, encargos que foram assumidos pelo município. 

“Estamos caminhando para o fim de meu segundo mandato, tomando rumo para um futuro de grandes perspectivas, então aproveito o momento para ratificar esse cuidado, esse respeito com a máquina pública. Aproveito também para chamar a atenção de todos os meus colaboradores para que possamos aproveitar esse tempo que nos resta, completando nosso labor com a mesma humildade com que iniciamos, e com o esforço e comprometimento que sempre tivemos. Estamos transformando a realidade de nossa cidade em uma realidade do bem, em que cada um pode contribuir conforme suas possibilidades. É isso que venho fazendo e que vou continuar fazendo até o último segundo de meu mandato”, assegura o prefeito Vittorio Medioli.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

*Com informações de PMB