Os Jogos Estudantis de Betim (JEB) estão de volta

0
1021

Competição
tradicional na cidade reunirá cerca de cinco mil alunos das redes de ensino
municipal, estadual, particular e federal

 

Os Jogos Estudantis de Betim (JEB), uma das tradições da cidade, estão de volta. Após ser interrompida no último ano, a competição volta com uma grande novidade: a realização dos jogos nos finais de semana. A mudança, reivindicação antiga dos professores, tem o intuito de promover a interação atletas, famílias e comunidade. O evento é uma realização das secretarias municipais de Esporte e Educação, e possui o apoio de todo o governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A abertura dos jogos será nesta sexta-feira, 1º, a partir das 13h, no Centro Administrativo João Paulo II, onde será iniciado o revezamento da bandeira do torneio, que seguirá em desfile olímpico até o Poliesportivo Divino Braga. Durante o trajeto, autoridades locais, atletas e a comunidade farão o revezamento da bandeira, que será hasteada em uma cerimônia oficial, com o acendimento da Pira Olímpica e muitas surpresas para o público.

Ao todo, 50 escolas irão participar do evento. São mais de cinco mil alunos inscritos nas oito modalidades: handebol, futsal, basquete, vôlei, atletismo, xadrez, tênis de mesa e atletismo para pessoas com deficiência. Outra novidade é que, a partir deste ano, o JEB faz parte do Calendário de Desportos dos Jogos Escolares do Brasil. A novidade representa ainda mais credibilidade aos jogos e valoriza os atletas betinenses. Os jogos serão encerrados em 29 de outubro (exceto a modalidade futsal juvenil masculino, que ocorrerá até novembro).

Segurança

Para garantir a segurança dos atletas e do público no geral, um esquema especial de segurança foi montado: ao todo, 150 bombeiros civis, em conjunto com a Guarda Municipal (GM) e a Polícia Militar (PM), darão suporte durante os jogos. O ônibus de videomonitoramento da GM também dará apoio à segurança das equipes.

História

Os Jogos Estudantis de Betim destacam-se pela tradição histórica de integração das famílias e estudantes do município. A competição começou na década de 1960, quando as disputas eram chamadas de “maratonas” e ocorriam nas ruas da cidade, entre o antigo Colégio Comercial (atual Museu Paulo Araújo Moreira Gontijo) e a Escola Estadual Amélia Santana Barbosa.

Entre 1966 a 1970, os jogos de quadra eram disputados no Sesi, em setembro, quando os alunos já haviam treinado durante todo o ano. Em 1972, a competição foi totalmente reestruturada e passou a ser oficialmente conhecida como Jogos Estaduais de Betim (JEB), tendo incorporado as modalidades de atletismo e handebol. Já em 1987, foi iniciada a nova versão dos jogos, nos padrões que permanecem até hoje.