Igarapé Bem Temperado começa na próxima quinta-feira (14)

0
1039

Festival gastronômico feito com carinho e amor para celebrar a cultura das cozinhas e quintais de Minas. Tradição culinária na panela e no coração.

Nada mais gostoso do que aquela comida feita pelas mãos de nossas mães e avós, refeição simples, mas cheia de temperos deliciosos e aquela pitadinha de carinho e amor, com ingredientes colhidos nos quintais de casa, que falam direto com nossos afetos e deixam um gostinho de quero mais. Esse ano, o evento será realizado de 14 a 17 de julho.

História do Festival

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 12 anos de trajetória o Igarapé Bem Temperado, festival de culinária e cultura busca reviver e celebrar a cozinha centenária da região, por meio da valorização de suas “Mestras”, senhoras cozinheiras com idade acima de 60 anos, guardiãs de saberes e fazeres ancestrais transmitidos de geração a geração. Projeto que com a sua iniciativa de promoção da cultura alimentar regional, baseada em hortaliças, legumes e criação de pequenos animais nos quintais vem sendo reconhecido por importantes chefs e pesquisadores como uma das mais consistentes propostas de valorização e difusão das raízes da gastronomia mineira na atualidade.  Festival é realizado na Praça da Matriz de Igarapé, onde os pratos, quitutes e quitandas trabalhados em oficinas de memória e no concurso de receitas podem ser adquiridos quentinhos, além da oportunidade de um dedo de prosa com as senhoras encantadoras.   

Durante os quatro dias do Festival, além de experimentar as delícias dos quintais, o público pode conferir receitas apresentadas ao vivo pelas Mestras e por chefs convidados, como Flávio Trombino (restaurante Xapuri), Edson Puiati (gastronomia Una) e Eduardo Avelar (Territórios Gastronômicos). Além disso, faz parte da programação o tradicional workshop infantil que será apresentado pela chef Gilmara Campos, onde a meninada literalmente coloca a mão na massa em uma experiência inédita para muitos e inesquecível para todos! As apresentações serão realizadas no espaço “Cozinha Show Memória Culinária”, que conta com forno e fogão a lenha construída especialmente para o evento.

O evento foi
Idealizado por Carlos Oliveira Stan, fotógrafo e morador da cidade, junto a historiadora
Cássia Resende Coelho, a partir de um estudo feito por eles onde constataram a
importância dos hábitos e costumes alimentares locais, relevando a riqueza dos
sabores e modos de fazer bem próprios deles.

“Atualmente,
o Festival atrai mais de 20.000 pessoas para a cidade durante o período, o que
também incentiva o turismo no local, e é considerado um dos melhores eventos
gastronômicos do país por renomados chefs da gastronomia, como Eduardo Avelar,
Leandro Pimenta e Renato Lobato”,
comenta Stan.

Novidades do evento

Algumas novidades desta 12ª edição incluem a presença de chops artesanais para harmonizar com os pratos, além da feira de produtos e quitutes locais. E ainda os estandes especiais da Cozinha do Hotel Fazenda Igarapés e do Bistrô Cansanção, com participação dos chefs Renato Lobato e Leonardo Simim.

Para completar essa grande festa que celebra a comida como patrimônio cultural, todos os dias haverá apresentações musicais com artistas locais e nomes relevantes da música mineira atual, como Aline Calixto e o grupo Copo Lagoinha.

PROGRAMAÇíO

12º FESTIVAL IGARAPÉ BEM TEMPERADO/2016 – DE 14 A 17 DE JULHO

14 de julho (quinta-feira) – 18h às 23h30

18h Abertura – Exibição de vídeos sobre a tradição culinária das mestras e lançamento do livro Igarapé Bem Temperado.
19h30 Mestra Altivina Fonseca, homenageada do ano, apresenta sua tradicional Sopa de Mulher Parida e conta suas histórias acompanhada pelo renomado chef Eduardo Avelar. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.
22h Show com Celeiro de Minas. Grupo formado por jovens músicos de Igarapé. Repertório com a tradição caipira de raiz. – Palco central.
23h30 Encerramento das atividades do primeiro dia.

15 de Julho (sexta feira) – 18h às 23h30
18h30 Exibição de vídeos sobre a tradição culinária das mestras. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.
19h30 Apresentação de receita e degustação com as Mestras da culinária do IBT e chefs convidados. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.
22h Show com Aline Calixto e Trio. Uma das grandes revelações do samba nos últimos anos. Samba carioca com um tempero especial de mineiridade. Palco central.
23h Encerramento das atividades do segundo dia.

16 de Julho (sábado) 10h às 23h30
11h Oficina de culinária para crianças com a chef Gilmara Campos. Graduada em gastronomia pela faculdade Estácio de Sá, Gilmara é especialista em massas artesanais. Atualmente realiza eventos gastronômicos em seu espaço culinário em Brumadinho e ministra oficinas de culinária infantil na região. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

15h Apresentação de receita com degustação com as Mestras da culinária do IBT e chefs convidados. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

19h Apresentação de receita com degustação com as Mestras da culinária do IBT e chefs convidados. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

22h Show com o Grupo Copo Lagoinha.  Clássicos do samba e do choro reinterpretados por um grupo de músicos de Belo Horizonte. Relembrando grandes compositores como Cartola, Noel Rosa, Geraldo Pereira, Nelson Cavaquinho, Chico Buarque entre outros.  Palco central.

23h30 Encerramento das atividades do terceiro dia.

17 de JULHO (domingo) 09 às 18h30

10h Apresentação de receita com as Mestras da culinária do IBT e chefs convidados. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

13h Apresentação de receita com as Mestras da culinária do IBT e chefs convidados. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

15h Workshop/degustação com o chef  convidado Flávio Trombino.  Receita: Spätlze de cansanção e taioba ao molho de linguiça caipira. Flávio é proprietário do Restaurante Xapuri, Belo Horizonte/MG. Pesquisador da cozinha mineira com participação em eventos de gastronomia no Brasil e Exterior. Espaço Cozinha Show Memória Culinária.

16h – Show com Diadorim. Grupo igarapeense toca baião, forró, reggae, samba e maracatu, além das poesias de cordel fazendo vinhetas no repertório. Palco central.

18h Encerramento do 12º Igarapé Bem Temperado