Equipes de Betim participam de etapa nacional de robótica

    0
    971

    First Lego League acontece em Brasília

     

     

    CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

    Após serem classificados entre as dez melhores
    equipes na etapa regional do torneio mundial de robótica, First Lego
    League (FLL), alunos das escolas municipais Adelina Gonçalves Campos e
    Antônio D´Assis Martins (conhecida como Gigante) estão se preparando para a
    etapa nacional que irá acontecer entre os dias 20 a 23 de fevereiro, em
    Brasília. Caso as equipes sejam classificadas, a final será em Orlando, nos
    Estados Unidos.

    O objetivo da competição é fazer com que os
    estudantes pesquisem sobre um determinado assunto – para este ano, o tema é
    “Natureza em Fúria” ““ e pensem em soluções, cumprindo missões específicas
    preestabelecidas e sugerindo soluções inovadoras.

     

     

    Entre as 37 equipes iniciais, duas de Betim foram
    classificadas entre as dez melhores. Além da classificação para a etapa
    nacional, as escolas Adelina Gonçalves Campos e o Gigante receberam um prêmio
    cada, entre as 13 categorias propostas. A primeira recebeu o prêmio Estratégia
    e Inovação atribuído, principalmente, ao design do robô. A segunda foi premiada
    pelo Gracious Professionalism referente ao trabalho e a gentileza em equipe.

     

    Para a secretária de Educação, Mary Rita, além de
    estimular o trabalho em equipe, o programa é uma forma dos alunos aprenderem
    brincando. “É a primeira vez que as escolas estão participando do campeonato e
    está sendo uma experiência incrível. Os alunos trabalham com o raciocínio
    lógico e valores de equipe o tempo todo. Além disso, toda uma pesquisa está
    sendo feita. É uma forma gostosa de aprender e, as escolas estão muito
    empolgadas com o projeto” , afirma.

    A competição 

     A primeira fase reuniu 37 equipes da região
    sudeste do Brasil e aconteceu nos dias 22 e 23 de novembro, no Clube Sesi
    Betim. A Gigalego, equipe da escola Gigante, é formada por dez integrantes e
    dois professores; Tânia Maria Anjos Teixeira, professora de artes e tutora da
    turma, e Paulo Gilberto Flores, professor de ensino religioso e mentor da equipe.
    Dentro do tema geral, “Natureza em Fúria”, os jovens escolheram o
    deslizamento para ser estudado. A solução inovadora criada foi uma pulseira
    rastreadora, que auxilia os cidadãos em situações de perigo. Já a equipe do
    Adelina, a Etic, cuja sigla significa Educação, Tecnologia, Inovação e
    Companheirismo, escolheu a chuva de granizo para pesquisar e criar soluções –
    com uma rede que possa impedir maiores desastres em casas e carros em dias de
    chuva de granizo. A avaliação dos trabalhos foi feita a partir da análise
    dos seguintes itens: projeto de pesquisa, trabalho em equipe, a programação e
    design do robô para efetuar as missões em até 2 minutos e 30 segundos.