Contagem tem saldo positivo de empregos no primeiro semestre

0
1084

Após três anos de perdas no número de postos de trabalho, cidade amplia número de vagas em 2017

Programa Jovem Aprendiz contribui para a capacitação e busca oportunidades para os jovens no mercado de trabalho
Contagem fechou o primeiro semestre deste ano com o saldo positivo de empregos com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho. Foram 36.708 admissões de janeiro a junho, acumulando o saldo de 469 vagas. Desde 2013, o município não gerava empregos, chegando a negativar com mais de 5 mil demissões no mesmo período do ano passado.

O desempenho do município acompanhou o ritmo do país que registrou a criação de 9,8 mil novos empregos no mercado formal de trabalho no mês de junho e de Minas Gerais, que foi o estado com melhor índice de 15,4 mil vagas. Em maio, Contagem chegou a perder postos de trabalho com carteira assinada, mas logo se recuperou ficando com o saldo positivo de 360 novas vagas em junho, o que impulsionou o bom resultado no primeiro semestre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o secretário municipal de Trabalho de Renda, Fredim Carneiro, após 3 anos de perda de postos de trabalho em Contagem, o saldo positivo começa dar sinais de uma possível recuperação no mercado formal. “Os esforços feitos pelo governo municipal começam a mostrar resultados reafirmando a direção certa a seguir no segundo semestre. Vamos continuar investindo no programa Jovem Aprendiz, buscando parcerias com as empresas, e na capacitação dos trabalhadores por meio dos cursos oferecidos no Cefort” , disse.

Carneiro ainda destacou a busca por recursos com o governo federal, para os programas que promovem a geração de renda. “Para a cidade continuar acompanhando o ritmo do país e reagindo a crise econômica, precisamos preparar o trabalhador para a inserção no mercado. Portanto, é necessário continuar com as instituições parcerias e buscar mais recursos para qualificação” , ressaltou.
O grande responsável pelo desempenho de Contagem neste ano foi o setor de serviços que admitiu 13.784 trabalhadores, seguido pelos setores da mineração e indústria. No país, o principal responsável pela criação de empregos foi a agropecuária.