Contagem lança Escola em Tempo Integral e firma parceria com a Microsoft

0
1511

A Prefeitura de Contagem lançou na tarde desta sexta-feira (14), a pedra fundamental para a construção da primeira escola em Tempo Integral do município. O evento ocorreu no terreno, onde será construída a instituição, na regional Ressaca. Cerca de 350 estudantes participaram do evento. Eles assistiram a números artísticos circenses e a música do violinista, Flavio Monteiro, deu nota de como seria a apresentação da escola modelo. Os estudantes ainda tiveram a oportunidade de deixar uma mensagem na cápsula do tempo que será aberta no ano de 2037.

O evento que contou com a presença de autoridades políticas de Contagem, alunos e moradores locais, e serviu para mostrar como será a nova escola que contará com complexo de artes, espaço de práticas corporais e o espaço experimental. Todo projeto é sustentável. A iluminação será em led e haverá um sistema para reutilização de água pluvial. Também constam aquecimento solar e coleta seletiva. De acordo com o planejamento da Prefeitura de Contagem, serão construídas ainda mais sete escolas em tempo integral nos próximos quatro anos. “Essa será a primeira de oito escolas que receberão todo o equipamento necessário para o aprendizado. Queremos que a nossa cidade seja referência no ensino. Nos próximos três anos e meio vamos investir em nossas crianças e jovens” , destaca o prefeito Alex de Freitas.

A escola em Tempo Integral vai contar com piscina aquecida, ginásio poliesportivo, pistas de atletismo e skate; uma ampla biblioteca de dois andares também será construída. Haverá um centro de línguas estrangeiras e salas de robótica. Os jovens terão um Espaço da Comunicação, onde farão uso de ferramentas na produção de sites, blogs, jornais e revistas digitais. “Meu sentimento é de alegria. Eu vejo que os jovens da região do Ressaca terão inclusão social e assim um futuro melhor” , salienta Marcina Ferreira, diretora da Escola Municipal Maria de Matos da Silveira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A previsão é que o espaço esteja concluído até julho de 2018, quando serão recebidos mais de 600 alunos em tempo integral, do primeiro ao nono ano. A proposta da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) é que a instituição também atenda 2000 estudantes matriculados em outras instituições municipais de ensino da região. “A sensação como cidadão de Contagem, em poder levar a educação de qualidade para aqueles que precisam, é algo indescritível. A inclusão e a justiça social vai ser feito aqui nesse local” , explicou o secretário de Educação, Joaquim Antônio Gonçalves.

O modelo a ser implantado é uma novidade em Contagem e na Região Metropolitana. A obra está orçada em R$ 18 milhões, que serão somados a outros R$ 5 milhões em obras já efetuadas. O desembolso para as obras da primeira Escola em Tempo Integral ficará a cargo da MRV Engenharia, que realizará a obra como compensação por empreendimentos imobiliários efetuados em Contagem.

Parceria com a Microsoft

A partir do próximo ano, os cinco mil estudantes do 6ª do ensino fundamental passam a estudar em notebooks reversíveis (computadores com canetas). Os alunos poderão levar os equipamentos para casa e farão todas atividades escolares nele. Caso o estudante não seja reprovado, tenha bom desempenho e seja assíduo, ficará com o computador ao concluir o ensino fundamental. A proposta é que os alunos já tenham acesso aos computadores no início de 2018.

A iniciativa é inédita no Brasil. No próximo semestre, os professores serão capacitados para utilizar a tecnologia em sala de aula. A medida surgiu como forma de proporcionar o empoderamento de estudantes e professores por meio da tecnologia e como forma de tornar o aprendizado mais eficaz e interessante.