Após lutar contra câncer raro, garoto de Betim morre e família irá doar recursos arrecadados em “vaquinha virtual”

0
7597
Arquivo pessoal

Faleceu na tarde desta quarta-feira (15), o guerreiro Davi Araújo, de 16 anos. O jovem de Betim estava em tratamento contra a Leucemia linfocítica aguda de células B, um tipo raro de câncer.

Médicos especialistas consultados pela família chegaram indicar um tratamento com medicamentos capazes de ligar às células boas que o corpo ainda produz e auxilia o sistema imune a “eliminar” as células cancerígenas. Mas o medicamento custava aproximadamente R$ 490 mil, foi então que a família teve a ideia de lançar uma campanha de arrecadação de recursos, correndo contra o tempo. Além disso, foram realizados eventos beneficentes.

Encerrada nesta noite, a “vaquinha virtual” arrecadou pouco mais de R$ 41 mil. De acordo com Lucas Araújo, irmão do garoto Davi, os recursos arrecadados serão doados. A expectativa é que o dinheiro seja repassado a alguma instituição filantrópica voltada para o atendimento a pessoas em tratamento tratamento contra o câncer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É com muito pesar que comunicamos a todos que o nosso guerreiro Davi faleceu no finalzinho da tarde de hoje. Agradecemos a todos pela ajuda, pelas orações, pelas contribuições e palavras de apoio. Não sabemos a vontade de Deus e talvez nunca saibamos aqui na terra, mas de uma coisa eu sei, Deus sabe o que faz e sabe de muito mais do que nós. Mais pra frente quando o coração acalmar, doaremos os fundos arrecadados e será de forma pública. Todas as arrecadações estão encerradas. Mais uma vez agradeço a todos!”, comentou, por meio de rede social.