í”nibus elétrico pode ser novidade na licitação do transporte em Contagem

0
1456

Inovações nos coletivos estão sendo avaliadas pela Transcon após visita a Porto Alegre

Prestes a abrir licitação para reformulação total do sistema de transporte coletivo rodoviário, a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon) analisa algumas tecnologias que poderão ser implementadas nos ônibus que vão circular pela cidade. Entre elas a utilização de veículos elétricos, a instalação de GPS em toda a frota e de equipamento para reconhecimento facial dos passageiros, que inibe a prática da gratuidade irregular.

Na semana passada, o presidente da Transcon, Gustavo Peixoto, avaliou essas tecnologias em visita a Porto Alegre. Ele e uma comitiva de especialistas conheceram de perto as inovações no sistema de transporte público da cidade. Estiveram na Carris, empresa pública cujo controle acionário é da prefeitura da capital gaúcha. “Fomos conhecer tecnologias já utilizadas e outras que estão sendo testadas. Queremos construir um sistema de transporte eficiente para Contagem” , ressalta Peixoto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O GPS está sendo testado em duas linhas que circulam em Porto Alegre. A meta é que o sistema de monitoramento dos coletivos seja instalado em toda a frota até 2020. O reconhecimento facial nos coletivos também está em fase de teste. O presidente da Transcon aponta as vantagens dos ônibus elétricos. “Estamos avaliando colocar essa possibilidade no edital. Esses veículos têm manutenção mais barata e são ambientalmente corretos” , destaca.

A Carris é a mais antiga empresa de transporte coletivo do país em atividade. Foi criada por meio de decreto assinado por dom Pedro II, publicado em 19 de junho de 1872.

í”nibus novos

A abertura de licitação para reformulação do sistema de transporte coletivo foi uma das primeiras ações anunciadas pelo prefeito de Contagem, Alex de Freitas, junto com a revogação do aumento da passagem, cujo valor voltou a ser R$ 3,70. Atualmente, o serviço é prestado na cidade por sete empresas, divididas em dois consórcios.
Toda a frota será renovada, com utilização de ônibus mais modernos, e o número de veículos e linhas ampliado. A previsão é a de que a empresa vencedora da licitação seja conhecida em outubro.