Alunos do Colégio Santo Agostinho – Contagem vencem Tribunal Internacional Estudantil e são premiados com viagem í  Corte Internacional de Justiça, na Holanda

0
1643

Alunos da unidade de Contagem do Colégio Santo Agostinho conquistaram o primeiro lugar no Tribunal Internacional Estudantil, o TRI-e, após disputa com 151 instituições participantes. O projeto é uma iniciativa da Escola Superior Dom Helder Cí¢mara que consiste em uma simulação jurí­dica sobre temas internacionais da atualidade. O resultado foi conhecido no último sábado, dia 21 de outubro, em Sessão Plenária de Julgamento aberta ao público. Os vencedores foram premiados com uma viagem í  Corte Internacional de Justiça, em Haia, na Holanda.  Principal órgão judiciário da ONU, a corte tem como função julgar as disputas entre paí­ses.

O Tribunal Internacional Estudantil tem como finalidade promover a pesquisa, o estudo e o debate sobre fatos relacionados ao Direito Internacional, especialmente crimes contra a humanidade, contra o Estado Democrático de Direito, direitos e garantias de minorias, violações de direitos humanos, conflitos entre os povos e agressíµes ao meio ambiente. Nesta edição, a questão chave proposta aos estudantes foi: pode um Estado construir um muro em suas fronteiras como medida protetiva de combate í  imigração ilegal e refúgio? Para elaborar o posicionamento, as equipes consideraram o contexto histórico, econí´mico e social do paí­s representado, analisando também sua legislação e atuação no cenário internacional.

Sob orientação do professor de Geografia Márcio Rocha, a equipe do Colégio Santo Agostinho representou a Argélia e é formada pelas alunas Laí­s Bitencourt Coelho e Luiza Batista Belém, do 2º ano; Camila Loureiro Muller Netto, do 3º ano; e os ex-alunos Augusto Sérgio Lima Jesus e Ana Clara Fernandes Alves, atualmente estudantes de Direito na Dom Helder. O TRI-e teve iní­cio em maio e foi composto por sete etapas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Além de possibilitar o debate sobre temas internacionais da atualidade, o projeto ainda auxilia o aluno na escolha profissional, já que, normalmente, os interessados em participar acabam atuando no campo do Direito, Relações Internacionais, Comércio Exterior ou Economia. Os estudantes do CSA – Contagem tiveram uma trajetória brilhante, em todas as etapas. Atuaram com seriedade, estudaram, se prepararam e souberam, coerentemente, falar das questíµes geopolí­ticas e das relações entre os paí­ses que envolvia a simulação”, comenta o professor Márcio.

Segundo a diretora da unidade de Contagem do colégio, Aleluia Heringer, a chegada da equipe na etapa final não aconteceu por acaso. “Todos eles participam, com muita dedicação, das oportunidades que a escola oferece na qualificação das habilidades exigidas em um tribunal como este.  A conquista de chegar em uma final é motivo de grande orgulho, pois sabemos da complexidade das discussíµes e da necessidade do domí­nio em várias áreas. Parabéns aos nossos representantes”, diz a diretora. Em 2015, a equipe do Colégio Santo Agostinho também foi vitoriosa e os estudantes visitaram a Holanda.

Sobre o Colégio Santo Agostinho

O Colégio Santo Agostinho foi fundado em Belo Horizonte (MG), em 1934, pelos freis agostinianos recém-chegados da Espanha. Já formou gerações de crianças e jovens ao longo de décadas de ensino, sempre primando pela exceláncia da educação oferecida e pelo trabalho de formação humano-cristã de seus alunos. Prestando serviços da Educação Infantil ao Ensino Médio atende, atualmente, a cerca de 8 mil alunos nas unidades de Belo Horizonte, Contagem e Nova Lima. A partir de 2018, contará com uma nova unidade no bairro Gutierrez, o Colégio Santo Agostinho – Regina Pacis.