10° Igarapé Bem Temperado começa no próximo dia 10

0
1351

“IGARAPÉ BEM TEMPERADO” TEM MÚSICA, PALESTRAS

E O MELHOR DA CULINàRIA CAIPIRA DE BEIRA DE FOGíƒO, DE 10 A 13 DE
JULHO

Há 10 anos, D. Elzira Ribeiro era dona de casa. Hoje, com 75  anos, ela é a Mestra Elzira, a grande homenageada do tradicional evento gastronômico da cidade, o Igarapé Bem Temperado 2014. O festival, realizado pela Prefeitura de Igarapé, acontece anualmente, nessa cidade que fica a poucos quilômetros de Belo Horizonte. O objetivo é celebrar a memória culinária dos quintais mineiros e das mestras da cozinha caipira, de beira de fogão. Em sua 10ª edição, o evento acontece de 10 a 13 de julho, na Praça Miguel Henriques da Silva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O festival reúne música, palestras, workshops, oficinas e 22 estandes com mais de 40 receitas da tradicional cozinha caipira mineira: piaba com angu e taioba, umbigo de banana com bacalhau, mastruz e caruru com costelinha, farofa de pilão, molho de feijão com ora-pro-nóbis, guisadinho de folha de batata doce e de cansanção e frango com taioba engrossado com milho verde, são alguns dos pratos principais, além de quitutes e quitandas. Na edição de 10 anos, as Mestras de Culinária oferecem a receita 2014, e também o prato que mais se destacou em sua história de participações anteriores.

Maria do Beijo (83), Maria do Sindicato (72), Altivina Fonseca (71), Marilene de Souza (61), Ilda Maria Gonçalves (65), Dolores Carvalho Henriques (67), Maria da Silva Maia (61), entre outras Mestras são as protagonistas do Igarapé Bem Temperado. Este ano, sete cozinheiras mais jovens, com menos de 50 anos, foram selecionadas para participar, como uma forma de perpetuar as receitas tradicionais e ingredientes desta culinária, como espécies de plantas comestíveis que estavam esquecidas ou pouco utilizadas.

A cada ano, a Mestra de maior idade é homenageada e estrela a campanha do festival, participando dos cartazes e do vídeo de divulgação. Além disso, é convidada para apresentar uma receita sua junto a grandes chefs atuais no palco do evento. Este ano, os chefs Eduardo Avelar e Leandro Pimenta trocam experiências com a homenageada Mestra Elzira Ribeiro, “eu sou a mais velha da turma e estou muito feliz, as pessoas já estão comentando, falando que me viram na internet. É engraçado, a gente fica famosa, nosso retrato sai pra todo lado. Me sinto muito honrada em ser a representante das minhas colegas” , conta orgulhosa.

O Igarapé Bem Temperado é realizado pela Prefeitura de Igarapé. Tem idealização e produção de Carlos Oliveira Stan, apoio cultural de Lojas Dione, Gran Viver e parceria Institucional do Circuito Turístico Veredas do Paraopeba.

Programação Cultural ““ Música, Palestras e Workshops

As atividades do Igarapé Bem Temperado começam na quinta-feira (10), às 18h, com a abertura do festival, exibição do vídeo comemorativo de 10 anos. Nesse dia, a  homenageada Mestra Elzira prepara uma de suas receitas acompanhada do chef Eduardo Avelar e, para encerrar a noite, um show de música caipira de raiz com Filipe Camargo, às 21h30.

Na sexta-feira (11), o evento tem início às 18h. í€s 19h30, os colaboradores do projeto fazem uma retrospectiva e contam um pouco sobre a criação do Igarapé Bem Temperado, seguido de degustações especiais com chefs convidados. í€s 21h30 o palco principal recebe o show com o grupo Clube do Choro de Betim, com um repertório dançante e variado que vai de gafieiras e marchinhas à bossa nova e música regional.

No sábado, a festa começa cedo, às 10h. A já tradicional Oficininha de Culinária para Crianças acontece às 11h, com o chef Eduardo Avelar. O renomado chef Leandro Pimenta faz uma participação às 19h30, ensinando uma salada de beldroega com vinagre de limão capeta, tempurá de cansanção com filé de tilápia e angu de milho verde. E para fechar a noite em grande estilo, um show com a cantora Marina Machado que interpreta suas composições próprias e clássicos do Clube da Esquina, da MPB, Blues e Jazz.

No domingo, as tendas abrem às 9h e às 12h acontece a palestra “Tradições Culinárias de Minas – Histórias e Memórias” , com Mônica Abdala, doutora em Sociologia pela USP, pesquisadora da Sociologia da Alimentação com publicações no Brasil e Exterior. Este momento será acompanhado de degustações preparadas pelos chefs convidados. í€s 18h, acontece o encerramento do festival.

Livro de Receitas:
A equipe do festival realiza uma maratona de encontros pelos quintais e cozinhas das Mestras meses antes do evento, chamados “memória culinária” . Durante as visitas é feita uma curadoria das principais receitas e histórias delas, que são transformadas em livro. Durante os quatro dias de festival, a publicação com as principais receitas das Mestras é distribuída gratuitamente.

Vídeos:
http://www.youtube.com/watch?v=GCvWnW0SqXE
http://www.youtube.com/watch?v=ItrTNJErVow
Contato Superintendência Municipal de Cultura
cultura@igarape.mg.gov.br
(31)3534-4253
Contato produção/curadoria: 31 9776  0981
stan.foto@yahoo.com.br
www.igarapebemtemperado.com.br